sábado, 24 de outubro de 2009

Atividade de Natal






Esta atividade é para todas as séries e visa trabalhar os valores humanos, principalmente o valor da solidariedade.








Após toda uma conversa sobre os valores humanos com os alunos, faça no labotarório de informática:
Proposta: Como nos aproximamos do Natal, uma data onde todos nós fazemos pedidos ao Papai Noel ou a Jesus, façamos um pedido diferente:

Que cada aluno possa fazer um pedido de Natal, mas não faça para si mesmo, peça por alguém.
exemplo: pode fazer o pedido por algum colega doente, ou alguém que esteja passando por alguma dificuldade, etc.
a) Construa com eles em papel pardo, um Papai Noel feito de camurça, recorte e cole.
b) Faça também a caixa de correio;
c) Cole em um grande papel pardo;
d) Cole os envelopes onde cada aluno estará colocando sua carta;

Sugestão:

Pode deixar alguns envelopes vazios para que os demais alunos e professores possam também fazerem seus pedidos.
Pronto! agora é só expor no espaço da escola!
Bom trabalho!

Professora Ivete Grade



quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Laboratório Virtual de Matemática - UNIJUÍ





Confesso a todos que fiquei fascinado ao encontrar esse espaço que é um LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA.

"Conteúdo Elaborado na Unijuí em parceria com o NTE de Ijuí e RIVED/SEE/MEC com participação de alunos de Matemática , Física, Informática e Design professores da rede Estadual e Municipal de municípios ligados à 36 CRE/Ijuí Matemática , Física, Informática e Design professores da rede Estadual e Municipal de municípios ligados à 36 CRE/Ijuí " (mensagem no site)

Nesse espaço é possivel encontrar diversos softwares on-line, já divididos por etapas. Também é possivel encontrar um conjunto de links, dicas e apostilas. Confiram, visitem e participem do LABORATÓRIO VIRTUAL DE MATEMÁTICA.

domingo, 16 de agosto de 2009

Software Educativo: Gcompris



O software Gcompris é um dos softwares educativos que mais admiro. Além de ser um software livre e rodar nas duas plataformas, Windows e Linux, vem com um conjunto maravilhoso de softwares educativos. Englobando diversas áreas e abrindo um campo muito vasto de possibilidades de exploração pedagógica.


Estou usando o Gcompris com meus alunos a 3 anos. Eles simplesmente adoram as atividades, assim como o professor. É possível explorar as atividades com diversas faixas etárias, desde a educação infantil até o 5º ano, ou até mais dependendo da proposta.

É possível encontrar desde atividades de utilização do mouse e teclado a atividades de alfabetização, matemática e raciocínio lógico.

O site do Gcompris, traz uma explicação detalhada sobre cada uma das atividades do software, é um tutorial muito bom para dar os primeiros passos no software.

Abaixo você encontra uma lista de categorias, com algumas das atividades disponíveis em cada uma delas.
(fonte: http://gcompris.net/-pt-br- )

  • descoberta do computador: teclado, mouse, diferentes usos do mouse, ...
  • álgebra: memorização de tabelas, enumeração, tabelas de entrada dupla, imagens espelhadas, ...
  • ciências: controle do canal, ciclo da água, o submarino, simulação elétrica, ...
  • geografia: colocar o país no mapa
  • jogos: xadrez, memória, ligue 4, sudoku ...
  • leitura: prática de leitura
  • outros: aprender a identificar as horas, quebra-cabeças com pinturas famosas, desenho vetorial, ...

Atualmente GCompris oferece a assombrosa quantidade de 100 atividades e mais estão sendo desenvolvidas. GCompris é software livre, o que significa que você pode adaptá-lo às suas necessidades, melhorá-lo e, o mais importante, compartilhá-lo com as crianças de toda a parte.


Prof. Luís Z. D.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Conversando e refletindo

CONVERSANDO SOBRE INFORMÁTICA EDUCATIVA

Prof. Luís Dhein

Muitas pessoas dizem que as discussões sobre a importância da informática na educação já estão ultrapassadas. Não concordo. Na minha opinião essa discussão está em sua fase inicial. São muitas as questões que estão surgindo a medida que os computadores estão chegando nas escolas. São questões que transitam desde a manutenção das máquinas até o pessoal que irá trabalhar com elas.

Os avanços são visíveis, no sentido de utilização das tecnologias na prática educativa. Porém, ainda é preciso investigar mais a fundo os resultados e os objetivos que permeiam essas práticas. Precisamos investigar, também, qual é a visão que a comunidade escolar tem sobre as tecnologias digitais, analisando o que eles pensam.

Informática: Recurso, ferramenta ou linguagem? Talvez os três.

De um lado bate uma alegria muito grande em ver os avanços significativos de utilização das tecnologias na prática educativa. Por outro, é preciso analisar sobre uma possível banalização das tecnologias, levando o aluno a pensar que nada mudou, levando a ideia de que são apenas alguns recursos a mais na escola. De certa forma as tecnologias são “novos recursos” que configuram uma nova linguagem, que complexifica as relações humanas e as relações que mantemos com o conhecimento.

Tem se visto muitas discussões sobre o quanto o aluno sabe de informática. Questiona-se o fato de o aluno ter aulas de informática desde a educação infantil e quando chega na quinta-série e não sabe formatar um trabalho escolar. Bom, aqui temos uma bela discussão. É possível dizer, que temos uma discussão necessária, que nos leva a pensar sobre qual é o espaço das tecnologias na escola, e o que se busca com elas.

Primeiramente, é preciso ficar claro que não é função da escola (e nem de ninguém) formatar o aluno “para o mercado”. É preciso compreender que a Escola precisa ser um espaço para potencializar a solidariedade, a autoria e a investigação.

Infelizmente ainda percebe-se que muitas práticas, ditas educativas, estão preocupadas em instrumentalizar o aluno para utilizar de forma correta os recursos da informática. Acredito que isso pode até trazer algum benefício para o aluno, mas perde-se muito do potencial das tecnologias quando adotamos essa ideia instrumentalista. Precisa-se compreender que as tecnologias digitais abrem um campo muito vasto de possibilidades de produção de conhecimentos, indo além, uma produção coletiva de conhecimentos. Esses são alguns dos desafios da educação do século XXI, frente as tecnologias na educação, utilizá-las de forma a potencializar a autoria, a solidariedade e a inteligência coletiva.

Temos muitas ferramentas e recursos que nos possibilitam essas práticas. Blogues educativos, Wikis, e ambientes virtuais de aprendizagem se utilizados com clareza de objetivos, potencializam o aprendizado, abrindo novos espaços e ultrapassando alguns limites de tempo.

Nesse perspectiva, é muito mais importante, meu aluno criar um ambiente virtual, um fórum para discutir sobre os problemas de seu bairro e temas de seu interesse. Precisamos potencializar a utilização desses espaços de interação, que ultrapassam os limites do espaço físico, que muitas vezes é o fator limitador de muitas ações. Observa-se que muitos alunos já descobriram o potencial dessas ferramentas. Cada poucos dias aprendo com meus alunos, a utilizar novas ferramentas de interação. Eles criam fóruns para discutir sobre seus games favoritos, organizam campeonatos complexos, com rankings e regras que muitas vezes preciso "pedalar" para compreender.

E a pergunta que devemos fazer é o que podemos aprender com esses movimentos que nossos alunos fazem no ciberespaço? Criamos ambientes para eles dicutirem as temáticas que propomos? Não deveriamos potencializar a contrução de ambientes interativos e coletivos para discutir outros temas, como por exemplo, discutir o nosso bairro, a nossa cidade, a nossa escola. Assim nos aproximando da criação de uma ágora virtual.

Sendo assim, a prática que precisamos fomentar nas escolas é da discussão sobre as tecnologias e suas múltiplas possibilidades. É preciso criar espaços para discutir com o aluno, o que as tecnologias tem potencializado, no que ela colabora na vida humana e também quais são as armadilhas tecnológicas que precisamos evitar. Por fim, essa discussão não se limita ao uso ético, mas abrange o significado da tecnologia em nossas vidas.


PESSOAL ISSO É UM TEXTO EM FORMA DE CONVERSA, VAMOS DIALOGAR... DEIXE SEU COMENTÁRIO PARA AMPLIAR A DISCUSSÃO.

domingo, 28 de junho de 2009

Para resgatar a memória da Escola


Esta atividade pode ser trabalhada com os alunos de 4ª a 8ª série


Este projeto pode ser executado pelos alunos dentro do Laboratório de Informática. Cada aluno escolherá sua dupla ou trio. Num primeiro momento, ter uma conversa informal sobre a importância da escola para nossas vidas. Comentar sobre os diferentes espaços físicos existentes, para que servem e como preservá-los.
Os alunos poderão anotar dados da escola, tirar fotografias, buscar através de fotos antigas o resgate da memória de nossa escola, como era antes e depois incluir todo seu levantamento de dados em PowerPoint.
Junto a estes levantamentos de dados, faremos também entrevistas de algumas pessoas que trabalham ou estudam na escola.
Para as entrevistas, conversa informal sobre quem entrevistar, que tipo de perguntas fazer e como nos posicionar frente à câmara de vídeo.

Este projeto visa esclarecer aos alunos todo o início de nossa escola, sua história e trajetória por estes tantos anos, tendo como finalidade inicial, incentivar o aluno a conhecer melhor a sua escola, para que ele consiga delimitar seu espaço e respeitar o espaço do outro.Toda escola tem sua história, sua memória , que ás vezes um pouco esquecida pelo tempo,e deve ser resgatada de forma a esclarecer e dar a oportunidade para a comunidade escolar saber sobre a sua trajetória desde o inicio, a verdadeira história de nossa escola tão querida por todos.

Objetivos:
- trabalhar a importância da escola para a nossa vida
- desenvolver a noção e organização dos espaços físicos da nossa escola
- desenvolver noções de comportamento dentro da escola, em relação aos professores, colegas, funcionários,direção, e demais pessoas que circulem nela.
- desenvolver o gosto pela pesquisa, o trabalho em grupo bem como dividir a s tarefas.
- desenvolver a curiosidade e a criatividade ao utilizar equipamentos de mídia- máquina fotográfica e filmagem.
- desinibição ao entrevistar
Sair do ambiente de sala de aula e explorar outros ambientes.
Recursos:
- laboratório de informática
- aplicativos
Maquina fotográfica
-máquina filmadora
- pesquisas na biblioteca para levantamento de dados
Resultado Final: cada dupla fará sua apresentação no datashow para os demais colegas, nas aulas de informática.
Avaliação: os alunos serão avaliados conforme sua dedicação e interesse nas atividades propostas.


Criação: Professora Ivete Grade

Festa Junina



Atividade para trabalhar com os alunos de 2ª a 4ª série:




FESTA JUNINA


Vamos fazer uma pesquisa sobre a Festa Junina no Brasil,com os seguintes itens:

Origem da festa junina
Origem da fogueira
Tradições
Festejos e costumes populares
Comidas típicas ( podes colocar os tipos de comida e pelo menos uma receita do site http://www.festajunina.com.br/ )
Dança de quadrilha
Roupas típicas
O uso de balões


Os alunos podem colocar imagens e texto. É só utilizar sua criatividade e bom trabalho!
professora Ivete

domingo, 1 de março de 2009

Dicas de Atividades para Séries Iniciais no Laboratório de Informática


ESTA ATIVIDADE PODE SER APRESENTADA PELOS ALUNOS AO SEUS PAIS NO DIA DA FAMILIA QUE ACONTECE EM ABRIL.








Esta é uma atividade para ser desenvolvida na Educação Básica dando ênfase à Família resgatando alguns valores humanos às vezes já esquecidos.


Pode ser criado no PowerPoint, não esquecendo que no primeiro slide vai inserido o título do trabalho escola e nome do aluno.

1º momento: (2º slide) o aluno vai falar um pouco sobre sua familia em forma de produção textual.

2º momento:(3º slide) sugira ao aluno que busque na internet uma imagem parecida com os seus familiares(pai, mãe ,irmãos) Pode montar seu personagem no site http://www.dolls.virgula.com.br/ . Cada personagem pode ser colocado num slide e incluir qualidades em cada familiar.



No próximo slide, cada aluno pode contar algum fato interessante que aconteceu com sua família, em forma de texto.

Após isto, criar um slide para quem mais faz parte da família.


No slide seguinte, escrever "como são as familias do Brasil? O que será que falta nestas famílias?"(esta opinião será pessoal)


Já no último slide, escrever uma "carta para minha família..." Pode inserir gifs animados para ficar mais legal o slide.

SUGESTÃO: O professor pode imprimir esta atividade realizada no laboratório e montar um livro a ser entregue para cada aluno.

Dicas de Atividades para Educação Infantil no Laboratório de Informática



Esta é uma atividade inicial para trabalhar a coordenação motora dos alunos de Educação Infantil utilizando o aplicativo Paint.

Num 1º momento: Mostre para os alunos a ferramenta lápis e a ferramenta borracha.

2º momento: Sugira que cada aluno pegue a ferramenta lápis e risque toda a tela do computador. Depois de tudo riscado, que pegue a borracha e apague todos os riscos.

3º Momento: pedir novamente que façam riscos na tela do computador, mas desta vez, com os olhos fechados.

Esta técnica reforça a coordenação motora do aluno e no decorrer do tempo, desenvolve a curiosidade de conhecer as demais ferramentas do Paint.

sábado, 10 de janeiro de 2009

Relação Familiar e tecnologias

Essa é uma charge que nos provoca e pode servir como instrumento de reflexão, pois trás como mensagem, um tema muito pertinente que é a relação dos pais com os filhos em "tempos modernos".




Boa reflexão.

Postado por Luís C. Z. Dhein

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Vamos ajudar o nosso Planeta...

Precisamos conscientizar nossos alunos da importância do meio ambiente, de não poluirmos nosso planeta. Este video pode ser utilizado em sala de aula e debatido com os alunos vários assuntos referentes à conservação do meio ambiente.

video

Postado por Ivete Grade

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O nosso Inicio...onde tudo começou...


Tudo começou no ano de 2005, onde o nosso grupo ingressou no curso técnico em informática educativa.
Em 2007 aconteceu a nossa formatura e ai iniciamos nossa caminhada: Eu(Ivete), Luis, Janete e a Joice então, se formou em 2008. Mas , seguiu em nosso grupo durante o ano todo.
Na mesma noite de nossa formatura decidimos que iríamos nos encontrar mensalmente para discutirmos sobre a informática educativa, idéias e práticas utilizadas em sala de aula.
Em 2008 fielmente nossos encontros foram acontecendo. A cada mês, em alguma casa, reencontro do grupo, novas novidades, noticias, brincadeiras, apoio uns aos outros... a formatura da Joice...
Foi um ano de explosões de idéias e assuntos debatidos.

domingo, 14 de dezembro de 2008

Caderno de Orientações Didáticas




Esse livro é resultado de uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação de São Paulo e o Educarede.
É uma material muito rico que pode auxiliar os professores, tanto de informática educativa como os de área no planejamento de atividades no laboratório de informática.
Nessa obra encontra-se um conjunto de idéias e atividades que foram selecionadas a partir das vivências do grupo.
Também contem outros textos abordando a importância do planejamento.


Vale a pena conferir.

Versão livro virtual: http://educarede.info/poie/livro/livro.html
Versão para impressão: http://educarede.info/poie/livro/impressao/poie_online_baixar.pdf

Metodologia ou Tecnologia

Esse debate já é bem antigo, porém continua muito atual, pois ainda existem algumas "confusões" quanto a aplicação da informática na educação.
É pensando nesse fato que disponibilizamos esse pequeno vídeo que aborda essa temática de uma maneira bem interessante. Vale a pena assistir e refletir.



Inauguração

Depois de um ano de encontros, discussõese e reflexões decidimos criar esse blog para registrar nossa caminhada, compartilhar nossas descobertas e também nossas dúvidas.
Somos um grupo de estudantes que após terminar o curso técnico em informática educativa, no Instituto de Educação Ivoti, resolveu dar continuidade aos estudos na área da informática educativa.
Temos como objetivo investigar com maior profundidade questões ligadas a informática educativa dentro do espaço escolar, buscando subsídios para a cosntrução de uma proposta educativa.

Abraço a todos.